17 agosto 2009

Dados biográficos e signos dos três candidatos presidenciais

Vamos ver alguns dados biográficos dos três candidatos a presidente da República nas eleições de Outubro deste ano, pela ordem do seu posicionamento nos boletins de voto e com menção – permitam-me este pequeno e doce humor horoscopiano, perversamente anti-científico – dos seus signos:
1. Daviz Simango, 45 anos, nascido a 7 de Fevereiro de 1964 em Machanga, província de Sofala; signo: aquário
2. Armando Guebuza, 66 anos, nascido a 20 de Janeiro de 1943 em Mogovolas, província de Nampula; signo: capricórnio
3. Afonso Dhlakama, 56 anos, nascido a 1 de Janeiro de 1953 em Mangunde, província de Sofala; signo: capricórnio
Vejamos: os nativos de capricórnio (temos dois...) são seguros, metódicos, organizados, preocupam-se com a sua reputação e muito com a realização pessoal e com a segurança material. Diz um portal: "Tudo o que fazem tem um propósito e é feito para alcançar um objectivo bem tangível."

Adenda: evidentemente que é possível explorar outros temas. E corrijam-me caso os meus conhecimentos sobre signos sejam (como são) péssimos.

6 comentários:

Abdul Karim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Professor: se não estou errado o Presidente Guebuza nasceu no distrito de Morrupula, a poucos km do rio ligonha, separando a provincia de nampula a da zambézia.
Mogovolas, cuja sede se chama Nametil está no cruzamento de quem vai para Angoche ou então Moma.
Já agora: acredita que o posiocionamento dos tres candidatos pode influenciar? Sociologicamente ?

Joaqum Macanguisse disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Joaqum Macanguisse disse...

respondendo o anonimo se o posicionamento pode influenciar , eu digo que claro que pode especialmente nas zonas rurais ,aonde as crenças são fortes.
1-por exemplo se dirante a campanha os apoiantes do Deviz forem forte em ligar o seu posicionamento a uma possivel vontade de deus e que a violacao deste desejo pode influenciar negativamente a quem o fizer entao neste caso Deviz levara uma vantagem

2-para os indicisos o que vai acontecer é que ,se de facto tiverem o desejo de marcar um X ,independentemente de onde marcar me parece que acaba sendo mais facil despachar um X no primeiro e ir-se embora.
em suma se de facto os apoiantes de Deviz estiverem muito sincronizados as bases de crenças de cada regiao ,o resultado podera ser negativo.
Ja agora Dr serra gostaria de saber se no seu blog chegou a fazer uma pesquisa sobre as razoes do movimento que consegiu o terceiro lugar na Beira ?

vejamos os resultados da Beira

Frelimo 29,077,
Renamo 24,168,
GDB 9,972,??????materia por estudar
PIMO 2,206, e
PDD 1,623
fonte ( http://oficinadesociologia.blogspot.com/2008/11/beira-resultados-at-ao-incio-da-noite.html )

Carlos Serra disse...

Infelizmente não pude estudar o que se passou na Beira.

Reflectindo disse...

Na minha opinião, o posicionamento poderá ajudar na medida em que os membros de cada partido podem explicá-lo claramente, talvez em todas as línguas nacionais. E essa vantagem é acrescida por serem só três.