31 outubro 2019

Crise social

Uma crise social é, ao mesmo tempo, um revelador de conflitos que não estavam visíveis e um accionador de novos fenómenos.

30 outubro 2019

Analisar

Analisar em ciências sociais é estudar cirurgicamente as partes de um fenómeno decomposto e produzir no fim do processo uma visão de conjunto do seu funcionamento e, se necessário, mostrar a natureza do (s) problemas (s) e suas causas. Analisar é procurar criar uma fronteira entre o cidadão que maneja e emprega diariamente as categorias de valor e o analista que procura estudar os fenómenos independentemente de serem bons ou maus, de apreciar ou não a sua natureza e os seus problemas.

29 outubro 2019

Para a psicologia dos rumores em Moçambique [144]

-Lenda urbana, boato ou rumor é "um relato anónimo, breve, com múltiplas variantes, de conteúdo surpreendente, contado como verdadeiro e recente num meio social do qual exprime de maneira simbólica os medos e as aspirações." (in Renard, Jean-Bruno, Rumeurs et légendes urbaines. Paris: PUF, 2006, 3.e éd., p.6).
Número inaugural da série aqui. Número anterior aqui.
Prossigo a história do rumor da prisão da chuva no céu.
A ira social, longamente contida, jorrava por fim sobre o acusado - frequentemente uma mulher -, bode expiatório inexorável, que era amiúde linchado por espancamento ou queimado com a casa e o celeiro. E lá recomeçava a esperança na chegada da chuva. Bem, era suposto que um dia chegaria, finalmente desamarrada, para realimentar a gretada terra e calar a humana impaciência.
Nota: os rumores que estou a apresentar não seguem uma ordem cronológica.

28 outubro 2019

Uma crónica semanal

"Fungulamaso" (=abre o olho, está atento, expressão em ShiNhúnguè por mim agrupada a partir das palavras "fungula" e "maso") é uma coluna semanal do "Savana" sempre na página 19 com 148 palavras. Edição 1346 de 25/10/2019. Se quiser ampliar a imagem, clique sobre ela com o lado esquerdo do rato.
Atenção: o protocolo deste blogue é https e não http como erradamente o jornal tem colocado. Espero que o problema fique resolvido a partir da próxima crónica.

27 outubro 2019

Inscrição termina na próxima sexta-feira

Aqui. Amplie a imagem clicando sobre ela com o lado esquerdo do rato. Resultados das edições de 2016 (aqui, aqui, aqui) e 2018 (aqui).

26 outubro 2019

Uma coluna de ironia

Na última página do semanário "Savana" existe uma coluna de ironia - suave nuns casos, cáustica noutros - que se chama "À hora do fecho". Naturalmente que é necessário conhecer um pouco a alma da vida local para se saber que situações e pessoas são descritas. Segue-se um extracto reproduzido da edição 1346, de 25/10/2019.
Nota: o acesso ao Savana digital tornou-se um exclusivo dos assinantes razão por que deixei de colocar a edição completa aqui e na crónica semanal que divulgo à segunda-feira.

25 outubro 2019

Tudo se transforma

Somos, regra geral, produtores diários de imutabilidades, persistentemente acantonadas no nosso vocabulário. Dificilmente aceitamos que tudo se relaciona e que tudo se transforma.

24 outubro 2019

Como uma mão invisível

A ordem social burguesa, individualista e dessacralizada, é periodicamente avaliada e robustecida pelo voto individual secreto, tão neutro e naturalizado quanto a mercadoria que, como uma mão invisível, une por todo o mundo indivíduos e solidariedades que se ignoram mesmo que se contactem.

23 outubro 2019

Quatro poderes

É possível considerar a existência de quatro tipos de poderes inseridos em relações sociais complexas, a saber: o poder político exerce-se sobre as mentes e os corpos dos cidadãos; o poder económico exerce-se pela acumulação e exposição de riqueza material; o poder repressivo exerce-se através de estruturas preventivas e punitivas (soldados, polícias e espiões); o poder simbólico exerce-se através de ideias expressas em palavras.

22 outubro 2019

A mesma

É cada vez mais difícil saber quais as diferenças programáticas entre os partidos políticos. Todos afirmam defender uma coisa: a mesma. E a mesma não carece de especificação. É simplesmente a mesma.

21 outubro 2019

Uma coluna semanal

"Fungulamaso" (=abre o olho, está atento, expressão em ShiNhúnguè por mim agrupada a partir das palavras "fungula" e "maso") é uma coluna semanal do "Savana" sempre na página 19 com 148 palavras. Edição 1345 de 18/10/2019. Se quiser ampliar a imagem, clique sobre ela com o lado esquerdo do rato.

20 outubro 2019

"Aliados"

Parece ser uma regra a de que os partidos precisam de lutar para sobreviverem politicamente. E lutando, temos o paradoxo de vermos adversários tornados, afinal, “aliados”.

19 outubro 2019

Uma coluna de ironia

Na última página do semanário "Savana" existe uma coluna de ironia - suave nuns casos, cáustica noutros - que se chama "À hora do fecho". Naturalmente que é necessário conhecer um pouco a alma da vida local para se saber que situações e pessoas são descritas. Segue-se um extracto reproduzido da edição 1345, de 18/10/2019.
Nota: o acesso ao Savana digital tornou-se um exclusivo dos assinantes razão por que deixei de colocar a edição completa aqui e na crónica semanal que divulgo à segunda-feira.

18 outubro 2019

Faltam poucos dias para o término da inscrição

Aqui. Amplie a imagem clicando sobre ela com o lado esquerdo do rato. Resultados das edições de 2016 (aqui, aqui, aqui) e 2018 (aqui).

17 outubro 2019

Pré-capitalismo e capitalismo

O pré-capitalismo era, digamos, indecomponível no seu tempo cíclico, sendo este intimamente fecundado e limitado pelo espaço familiar, pela solidariedade social e pela ética sagrada de um social que recusava o indivíduo enquanto, na acepção de Louis Dumont, ser moral, independente e autónomo.
O modo capitalista de produção, pelo contrário, distende o tempo, fragmenta-o, divide-o, lança-o para frente com o relógio mecânico, subverte o território familiar diariamente revisto, multiplica o espaço da produção, quebra as solidariedades tradicionais, subverte e dessacraliza as velhas ordens patriarcais e os velhos mitos, dando origem ao indivíduo, essa figura histórica que vive e trabalha com uma outra que não conhece ou que produz para uma outra que não conhece.

16 outubro 2019

Ensino

O ensino é bem mais do que um conteúdo técnico tecnicamente analisável. Na verdade, das escolas às universidades o ensino é um instrumento destinado a produzir e a reproduzir determinadas relações sociais.

15 outubro 2019

Para a psicologia dos rumores em Moçambique [143]

-Lenda urbana, boato ou rumor é "um relato anónimo, breve, com múltiplas variantes, de conteúdo surpreendente, contado como verdadeiro e recente num meio social do qual exprime de maneira simbólica os medos e as aspirações." (in Renard, Jean-Bruno, Rumeurs et légendes urbaines. Paris: PUF, 2006, 3.e éd., p.6).
Número inaugural da série aqui. Número anterior aqui.
Prossigo a história do rumor da prisão da chuva no céu.
Em processo sumário, sobre ele abatia-se a comunal acusação de viver à custa dos vizinhos, cujos celeiros mandava roubar na calada da noite através de emissários especiais como duendes e animais de um certo tipo.
Nota: os rumores que estou a apresentar não seguem uma ordem cronológica.

14 outubro 2019

Uma coluna semanal

"Fungulamaso" (=abre o olho, está atento, expressão em ShiNhúnguè por mim agrupada a partir das palavras "fungula" e "maso") é uma coluna semanal do "Savana" sempre na página 19 com 148 palavras. Edição 1344 de 11/10/2019. Se quiser ampliar a imagem, clique sobre ela com o lado esquerdo do rato.

13 outubro 2019

Inscrição termina a 01 de Novembro

Aqui. Amplie a imagem clicando sobre ela com o lado esquerdo do rato. Resultados das edições de 2016 (aqui, aqui, aqui) e 2018 (aqui).

12 outubro 2019

Uma coluna de ironia

Na última página do semanário "Savana" existe uma coluna de ironia - suave nuns casos, cáustica noutros - que se chama "À hora do fecho". Naturalmente que é necessário conhecer um pouco a alma da vida local para se saber que situações e pessoas são descritas. Segue-se um extracto reproduzido da edição 1344, de 11/10/2019.
Nota: o acesso ao Savana digital tornou-se um exclusivo dos assinantes razão por que deixei de colocar a edição completa aqui e na crónica semanal que divulgo à segunda-feira.

11 outubro 2019

Problemas sociais

Para muitos a questão central consiste em reflectir sobre os problemas dos indivíduos e não sobre os problemas sociais que geram determinados tipos de indivíduos.

10 outubro 2019

Capital mágico

Vamos na rua, um carro fere-nos subitamente: quantos recusariam ver nisso não o produto de uma causa ou de um conjunto de causas fortuitas (ou, como escreveu um dia alguém, «o reencontro de séries causais diferentes»), mas a expressão do azar, a sombra de uma intenção subreptícia que nos teria escolhido precisamente a nós e não a outros?
Existe uma espécie de capital mágico em todos nós, sempre pronto a vir à superfície à mais pequena oportunidade.

09 outubro 2019

Cultura

A cultura do nosso continente, do nosso país, é rica, muito rica e variada. Temos múltiplas veredas pelas quais se dá sentido à vida. O real problema está nas ideias prontas-a-servir de certos produtores de clichés. Lá onde a vida pulsa, eles mineralizam.

08 outubro 2019

Conhecimento

O conhecimento é um conjunto de estradas - longas umas, curtas outras - através das quais procuramos dar sentido à vida.

07 outubro 2019

Uma coluna semanal

"Fungulamaso" (=abre o olho, está atento, expressão em ShiNhúnguè por mim agrupada a partir das palavras "fungula" e "maso") é uma coluna semanal do "Savana" sempre na página 19 com 148 palavras. Edição 1343 de 04/10/2019. Se quiser ampliar a imagem, clique sobre ela com o lado esquerdo do rato.

06 outubro 2019

Lei natural

Quem quer chegar à gestão do poder estatal, quem se apresenta colectivamente como grupo aspirando a disputar recursos de poder, sofrerá uma impiedosa e permanente estigmatização por parte dos gestores desses recursos. É como se isso fizesse parte de uma lei natural.

05 outubro 2019

Uma coluna de ironia

Na última página do semanário "Savana" existe uma coluna de ironia - suave nuns casos, cáustica noutros - que se chama "À hora do fecho". Naturalmente que é necessário conhecer um pouco a alma da vida local para se saber que situações e pessoas são descritas. Segue-se um extracto reproduzido da edição 1343, de 04/10/2019.
Nota: o acesso ao Savana digital tornou-se um exclusivo dos assinantes razão por que deixei de colocar a edição completa aqui e na crónica semanal que divulgo à segunda-feira.

04 outubro 2019

Se

Se excluirmos analisar relações sociais concretas seremos presas fáceis da teoria idealista de que a pobreza habita a cabeça, de que a pobreza é coisa de espírito ou de défice de espírito.

03 outubro 2019

Prazo de inscrição termina dia 01 de Novembro

Aqui. Amplie a imagem clicando sobre ela com o lado esquerdo do rato. Resultados das edições de 2016 (aqui, aqui, aqui) e 2018 (aqui).

02 outubro 2019

Para a psicologia dos rumores em Moçambique [142]

-Lenda urbana, boato ou rumor é "um relato anónimo, breve, com múltiplas variantes, de conteúdo surpreendente, contado como verdadeiro e recente num meio social do qual exprime de maneira simbólica os medos e as aspirações." (in Renard, Jean-Bruno, Rumeurs et légendes urbaines. Paris: PUF, 2006, 3.e éd., p.6).
Número inaugural da série aqui. Número anterior aqui.
Prossigo a história do rumor da prisão da chuva no céu.
Decididamente alguém o tinha hospedado. Esse alguém prendera a chuva ao céu, esse alguém era o perturbador das comunidades. Os mágicos-adivinhadores descobriam, então, o suposto agitador.
Nota: os rumores que estou a apresentar não seguem uma ordem cronológica.

01 outubro 2019

Fontes

Nenhuma fonte escrita é, à partida, menos verdadeira do que uma fonte oral. Salvo se quisermos fazer finca-pé numa opção normativa, ambos os tipos de fontes são porosos ao refazer factual, à erosão do tempo, ao erro de análise, ao prejuízo, ao juízo de valor, às múltiplas opções culturais, à manipulação política deliberada na tensão das relações de poder. Ambos os tipos de fontes devem ser sujeitos ao mesmo tipo de dúvida metódica, de crítica.