22 outubro 2008

Incêndio num departamento do Ministério das Finanças

Acabo de ser informado por duas fontes dignas de crédito de que deflagrou um incêndio num departamento do Ministério das Finanças situado no cruzamento das avenidas Vladimir Lénine e 24 de Julho, cidade de Maputo, onde está localizada a contabilidade pública. Conto dar mais pormenores.
1.ª adenda às 10:25: tenta-se resgatar pessoas que não conseguem sair do edifício em chamas - informação de um jornalista.
2. ª adenda às 10:40: há poucos dias foi um incêndio (segundo no espaço de sensivelmente ano e meio) no Ministério da Agricultura, onde, pela segunda vez, foram afectados os gabinetes da Inspecção-Geral e da Direcção de Economia. Recorde aqui.
3.ª adenda às 10:48: cronologia de incêndios 2007/2008: 22 de Março de 2007: com fortes explosões no paiol militar de Malhazine, periferia da cidade de Maputo; 25 de Maio de 2007: Ministério da Agricultura; 17 de Outubro de 2008: Ministério da Agricultura; 22 de Outubro: departamento da contabilidade pública, Ministério das Finanças.
4ª. adenda às 11:03: fogo debelado, pessoas sem perigo. Funcionários do ministério referiram uma explosão no quadro eléctrico situado no sexto andar (Rádio Moçambique, noticiário das 11 horas, reportagem no exterior de Cremildo Muando).
5.ª adenda às 12:39: "Aquilo parecia que havia uma ordem para ninguém falar à comunicação, só o ministro falou" (sic) - assim se expressou o jornalista Cremildo Muando da Rádio Moçambique ao descrever o incêndio. O que disse o ministro Manuel Chang? Disse que a maior parte dos documentos e das máquinas não foi afectada, que o processamento de salários e pensões, por exemplo, prosseguirá normalmente. O que disse uma fonte dos bombeiros? Disse que o incêndio foi provocado por um curto-circuito surgido no sétimo andar do prédio da Direcção Nacional de Contabilidade Pública do Ministério das Finanças. Finalmente: os bombeiros tiveram de usar uma grua para tirar os funcionários do edifício (Rádio Moçambique, noticiário das 12:30).

17 comentários:

Anónimo disse...

Prof.
É deveras preoucupante há que por termo a este tipo de situações futuramnte poderemos ter dissabores sérios.
E nós que não estamos habituados a situações de emergencia.
Graças a Deus que não houve dissabores.
Ps. Torna-se um mistério estes incêndios aos Ministérios e diga se chaves na luta contra a pobreza absoluta.

Carlos Serra disse...

Ainda bem que não houve feridos.

Anónimo disse...

Prof.
eu acho que estas "sabotagens" um dia podem fazer-nos pagar um futura uma pesada perante os DOADORES porque eu acredito que consta no relatorio das actividades economicas essas assunto dos incendios em ministerios.

Portanto isto pode provocar uma certa rececçao no ponto de vista de suporte do orcamento do estado, isto devido a falta seguranca que o nosso sistema politico econOmico esta apresentado no momento.

Ano passado foi a Agricultura, este ano de novo a Agricultura depois as Financas e depois a ................................... perfiro nem pensar/.

Anselmo
46664

Anónimo disse...

Prof.
Aquilo que o sempre se escondeu.
O SISTAFE foi atingido, de fontes seguras o sistema não abre.
Sendo assim é politicamente correcto ser só o Ministro autorizado a falar!!!

bive disse...

prof, tenho uma pequena reflexao sobre este assunto no meu blog. Agradecia que revisitasse.

Anónimo disse...

Professor,

Na sua lista de incêndios faltam as do paiol da Beira e a muito recente do registo civil de Tete. Aqui foi grande a perda de documentos.

bive disse...

prof tenho uma pequena reflexao sobre o assunto no meu blog. http://horacio-bive.blogspot.com/

carlos magno disse...

PROF. SERRA!!!!


ISTO JÁ CHEIRA MAL! MAS MUITO MAL MESMO....

ESTO PARECE NOVELA,TEATRO ..PQ REALMENTE FICASSE COM A SENSAÇÃO QUE ELES QUEREM ESCONDER ALGO ...



ISTO CHEIRA MUITO MAL!

CARLOS MAGNO disse...

É BOM QUE A COMISSÃO DE INQUERITO VENHA A PÚBLICO EXPLICAR O QUE SE PASSOU E QUE SE TENTE ARRANJAR UMA BOA DESCULPA, PQ ESTÁ NO AR UM MAU CHEIRO POR DETRÁS DESTAS PALHAÇADAS...

O AZAGAIA NA SUA MUSICA "OBRIGADO PAI NATAL" DISSE:
" boas vindas ao novo PGR - juíz paulino
ele tirou 7 do caminho
E é bom que ele venha de vagarinho
Porque a Coisa tá quente aqui no País do FOGUINHO"

REALMENTE O PAÍS (A GOVERNAÇÃO)DO FOGUINHO está a vista...

não sei se é sabontagem mas isto cheira muita m***

E depois a facilidade com que eles vão pra lá assistir o "espectaculo" é impressionante.
OS funcionários sairam e neim se quer tem autorização pra falar?!!!

ASSIM NÃO DÁ!

Anónimo disse...

sr. carlos magno.
eu conheci o foguinho da novela, aquele que só fazia disparates.agora esse foguinho que o azagaia se refere quem é?
mas ele é foguinho da novela ou foguinho pq o ´país está a pegar fogo cada ano que passa?
Fátima Bila

Anónimo disse...

Nao conhece o foguinho, reveja quem entrava na Machava no jogo de futebol mocambique senegal

Carlos Serra disse...

SISTAFE ficou mesmo inoperante? Obrigado no tocante ao acréscimo dos incêndios na Beira e em Tete.

Anónimo disse...

Esse SISTAFE pensa o que, conosco nao se brinca onde ja se viu impedir o desconto de quotas dos membros do partidao, SISTAFE SISTAFE o que nos e que mandamos aque vamos la ver quem impede mais pagamentos de quotas agora, ja nao ha respeito aqui.

carlos magno disse...

OUVI NOS CORREDORES QUE ALGUMAS PESSOAS QUE ESTÃO A SER PERCEGUIDAS PELO GOVERNO, ENVOLVIDAS NO DESVIO DE BENS PÚBLICOS QUEREM APAGAR ALGUNS ARQUIVOS... E ESSA PODE SER UMA FORMA DE APAGAR ALGUNS ARQUIVOS!

SERÁ ESTÁ UMA HIPOTESE VALIDA?

CARLOS MAGNO

OBS: foguinho dessa musica só pode ser o Guebas pq desde que entrou o país está arder torta e a direita.

Sir Baba Sharubu disse...

All those fires are very damaging for Mozambique.

Anónimo disse...

meu caro!

se o governo anda perseguir as pessoas e essas mesmas pessoas, como forma de queimar arquivo, fazem esses tipo de sabotagem!? considero estranho o comportamento dos governantes quando veem dizer que há cortes de circuíto.realmente é estranho, se alguem é perseguido por desio de fundos e vai a esse sector queimar arquivo é porque o governo está a trabalhar, nao acha?

Carlos Serra disse...

Não se pode falar de sabotagem, não foram apresentados indícios disso.