O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

29 abril 2006

As Igrejas Zione

Os Mazione têm as suas modestas casas de culto na periferia das cidades. O seu público é fundamentalmente feminino. Acredita-se que as mulheres são mais facilmente atingíveis pela acção dos maus espíritos. Estes são considerados responsáveis pelos quatro grandes tipos de problemas apresentados pelos crentes: doenças, desemprego, custo de vida (incluindo a falta de dinheiro para ir às consultas hospitalares) e desavenças familiares. Porém, é imperativo ter conta quanto elas acarretam com o fardo da infidelidade dos maridos, da gestão dos filhos e da sobrevivência do lar. Muitas vezes e crescentemente, são chefes de família. Na realidade, as mulheres são sempre as mais atingidas pelas transformações sociais em curso.

A recriação do universo da solidariedade tradicional e da família alargada, o apelo a crenças, a entidades e a imputações causais populares, a simplicidade cultual, a confissão pública e catárquica e a promessa de cura divina atraem muitos crentes, regra geral de origem humilde, que frequentemente não têm com que pagar as consultas hospitalares. Aparentemente as pessoas vão primeiro aos Mazione e só depois aos hospitais.

As Igrejas Zione assumem, assim, um triplo papel: o da reconstituição e da ampliação modernas da família, o de uma recuperação do sentido da vida e da solidariedade e, finalmente, de um neo-regresso às figuras tutelares da causalidade das sociedades de sentido múltiplo, como Tobie Nathan as intitula[*].

___________________________
[*]Quer dizer, por contraposição às "sociedades de universo único", sociedades onde a causalidade é plural e jamais mecânica ou isolada. Veja Nathan, Tobie, Manifeste pour une psychopathologie scientifique, in Nathan, Tobie et Stengers, Isabelle, Médecins et sorciers. Paris: Institut d'Édition Sanofi-Synthélabo, 1999, p.10 e passim.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home