16 março 2007

18 contentores de madeira serrada apreendidos anteontem no porto da Beira graças a uma denúncia feita ao gabinete do governador de Sofala



Dezoito contentores, provenientes de Manica, com 250 metros cúblicos de madeira serrada e de outro tipo em toros, do tipo panga-panga, foram apreendidos anteontem no porto da Beira. Segundo um funcionário sénior do Estado, a apreensão foi possível graças a um denúncia chegada ao ao gabinete do governador de Sofala ("Diário de Moçambique", edição de 15/03/07, p. 4).
Ante de chegar ao porto, é necessário passar por um posto de controlo à entrada da cidade da Beira. Como foi possível passar esse posto?
Este é o segundo caso formalmente conhecido de madeira apreendida graças a uma denúncia feita ao mais alto nível do governo provincial. O caso anterior deu-se em Cabo Delgado.
Entretanto, estamos ainda sob o efeito da intervenção do ministro da Acção Ambiental, na Assembleia da República, dizendo que no país tudo está normal em termos de florestas.

3 comentários:

Buda Verde disse...

há sempre de estar "normal" ou "no mal".
abraço.

Esfinge disse...

Xiiiiii meu Deus nao para mesmo.

Anónimo disse...

Ninguem explica porque foram apreendidos e isso provoca interpretacoes erradas. Quando ha noticias dessas 'e preciso ir informando sobre o que se constatou e seguir o caso ate ao fim. Para que conste, dos 256 m3 existentes nos contentores cerca de 50 tabuas tinham espessura acima do permitido