18 março 2008

Portal científico fundamental

Estimado leitor, permita-me sugerir-lhe que consulte o portal que a seguir indico, o Scirus, com cerca de 450 milhões de items indexados. Permita-me ainda dizer-lhe que pode registar lá o seu portal, se achar que ele pode ser disponibilizado para a comunidade científica no eixo que escolher. Todavia, os critérios de aceitabilidade são rigorosos. Obrigado ao Ricardo, meu correspondente em Paris, pelo envio de tão preciosa referência.

4 comentários:

Unknown disse...

Caro Carlos Serra, boa noite

qual a sua opinião sobre o novo acordo ortográfico ?

O Jornal "Observador" (Moçambique), associou-se à petição sobre a sua rápida implenetação. Parece-me urgente. O que acha ?


AbraçoAtlântico


iv*

Unknown disse...

MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO
Comissão Coordenadora

Nota de apresentação: O MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO é um movimento cultural e cívico recentemente criado, em associação com a NOVA ÁGUIA: REVISTA DE CULTURA PARA O SÉCULO XXI, projecto que conta já com cerca de meio milhar de adesões, de todos os países lusófonos.
A Comissão Coordenadora é presidida pelo Professor Doutor Paulo Borges (Universidade de Lisboa), Presidente da Associação Agostinho da Silva (sede do MIL).
A lista de adesões é pública – como se pode confirmar no nosso blogue (novaaguia.blogspot.com), são pessoas das mais diversas orientações culturais, políticas e religiosas, pessoas dos mais diferentes locais do país e de fora dele.

Se concorda com esta Petição, pedimos-lhe que a subscreva:
http://www.gopetition.com/online/17740.html
Se concorda com esta Petição, pedimos-lhe ainda que a publicite.

Se quiser aderir ao MIL, basta enviar um mail: adesao@movimentolusofono.org
Indicar: nome, e-mail e área de residência.

Entretanto, a outra Petição que lançámos, "POR UMA FORÇA LUSÓFONA DE MANUTENÇÃO DE PAZ" (ver última página do nosso blogue), continua on-line:
http://www.PetitionOnline.com/mil1001/petition.html

Petições noticiadas em:
Cyberjornal
Diabo
Notícias Lusófonas
Observador (Moçambique)
Tabuleiro (Brasil)
Mathaba (EUA)

Carlos Serra disse...

Ainda não o li. Mas sou "por natureza" rebelde, muito contra acordos ortográficos. Bem sei da disciplina necessária para manter uma língua dicionarizada, mas ouso preferir a indisciplina de cada dia que faz a alma das línguas e dos escreveres. Perdoe a pobreza disto. Abraço índico.

Unknown disse...

"a indisciplina de cada dia que faz a alma das línguas e dos escreveres"

Esse é o motor efectivamente ! Essas são as línguas usáveis. Vivas. Mas ... a questão da ligitimação / normalização ? A medida de todas as coisas ? O acordo ortográfico só vem ligitimar isso (penso eu ...), então que seja omais ajustado possível. Que seja a ferramenta do Luso entendimento ...


AbraçoAtlântico (e o livro novo sobre racismo e etnicidade,qd é que atravessa os Oceanos ?)


iv*