O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

26 outubro 2007

O problema das eleições

Um porta-voz da Renamo exige negociações directas com a Frelimo, partido no poder, a propósito da eventual alteração da Constituição da República visando reorganizar o calendário eleitoral. Um porta-voz da Frelimo diz que o diálogo só pode ter lugar na Assembleia da República. Aqui temos mais um tema certamente destinado a provocar uma densa celeuma.

4 Comments:

Blogger Ivone Soares said...

Mas a bancada que se opõe a da Frelimo, não é da mesma RENAMO que sugere o diálogo? Com que cargas d'água a Comissão Política da Frelimo orienta a sua bancada e não permite que findo o diálogo entre:
i) os Secretários Gerais dos dois lados; ou ii) os Presidentes das Comissões políticas da RENAMo e da Frelimo(Dhkalama e Guebuza)saiam com orientações precisas do posicionamento que ambas bancadas tomarão?
Xenófobos, Racistas, sem cultura de diálogo quem é? Os tais"bandidos armados" sabem e sempre pautaram por dialogar, esta Frelimo é que sempre o adia, até que se derrame o leite pra depois rotular-nos de X e Z. Afinal quem assessora ao Sr Guebuza? Chissano devia dar aulas grátis aos seus confrades...DIPLOMACIA PRECISA-SE NO SEIO DESTES SENHORES (DES)GOVERNANTES.

26/10/07 7:53 da tarde  
Blogger Carlos Serra said...

Acabo de ouvir o porta-voz da Frelimo, Edson Macuácua, a reafirmar que o diálogo deve ocorrer na Assembleia da República. Vamos a ver como este nó vai ser desatado, se o for...

26/10/07 8:09 da tarde  
Blogger Ivone Soares said...

Também o ouvi. A ladainha é a mesma...não querem dialogar com a RENAMO. Ah se eles pudessem, estavamos todos(aqueles que gozam das liberdades alcançadas com a imposição do multipartidarismo em Moçambique) extreminados. Valorizam a bancada e desdenham o Partido RENAMO. Como reza o plano maquiavélico deles, querem impor-se por uma eternidade no governo. Senão como explicam eleições com 7% de moçambicanos com cartão de eleitor? Ademais que irão ceifar os membros e simpatizantes da RENAMO cujos cartões fizeram questão de i)não carimbar;
ii) entregar cartões provisórios;
iii) não recensear como está a acontecer em alguns locais de Namahacha. Que venham desmentir-me se têm coragem!

26/10/07 8:28 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mas a ordem veio do Comité Central, alias a Comissão Política.

Ivone, diga ao Dhlakama para perceber o jogo. Não há na Renamo uma comissão política ou um conselho nacional? A Renamo não lhe falta intrumentos para contra-argumentar, só que não os utiliza. Dhakama tem que entender que um jogo democrático em Mocambique passa por Renamo como partido e não pelo Dhlakama como líder. Ele não utiliza este instrumento e é pena.

Sou da opinião que a Renamo não está ainda apresentando a melhor carta, embora esteja na sua mão. Isto tudo pode dever-se à falta de assessores ou porque a lideranca não escuta a assessoria. Afinal esses do governo-sombra não assessoram em nada?

Ask

27/10/07 8:27 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home