25 outubro 2010

Paul Collier e edifícios monumentais

3 comentários:

ricardo disse...

Exactamente. Mas a preocupacao deles sao as comissoes e os royalties que esses negocios dao...

Gostaria de ter ido a essa palestra, mas estava muito ocupado.

Jacome disse...

A isso chamaria o meu velho pai que era um sábio "sermão do santo aos peixinhos".
Já alguem viu um hospital ou uma estrada dar lucro? desculpem, existe aquela entre a Matola/Liberdade e a capital do império que não existia antes e foi construída de raíz e que ao fim de 3 anos estava paga mas que continua a cobrar portagens porque os concessionários são muito pobrezinhos e patriotas e os utentes da mesma são uns mal agradecidos suburbanos cheios de mola, sem paciência nenhuma para fazer 10Km em pouco mais de 45 minutos e que á noite parece um tunel de tão escura que fica apesar dos imponentes postes de iluminação que ostenta.

Chacate Joaquim disse...

Falta de iluminação na N4!... Não digas Jacome.

Quanto ao Paul Collier, é que o conceito de desenvolvimento a longo prazo e sustentável é definido a moda africana e devia ser por africanos honestos não pelos palestrantes!...

Quantos pequenos hospitais existem no país sem uma máquina de fazer plasmódio? Para mim nem eles servem para nada...