O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

20 janeiro 2010

Can2010: contra as águias

Bem, dentro de algum tempo começa em Lubango, Angola, o Moçambique (Mambas)/Nigéria (Super Águias) para o Can2010. Aqui estarei.
Adenda: uma equipa de comentaristas da nossa terra já opera na Rádio Moçambique. Ouvi um dizer, a propósito da nossa selecção, que, sem meio campo, não há equipa, não há vitória. Lá estou eu desarmado com essa sabedoria.
Adenda 2 às 18:47: golo da Nigéria decorridos 44 minutos. Cortes frequentes na minha internet. Terminou a primeira parte.
Adenda 3 às 19:02: um dos comentaristas atacou o árbitro dizendo que estava a prejudicar-nos ("fazendo o seu trabalho"), um outro afirmou que cometemos muitos erros.
Adenda 4 às 19:06: segunda parte iniciada na locução de Castro Jorge.
Adenda 5 às 19:07: segundo golo da Nigéria.
Adenda 6 às 19:46: terceiro golo da Nigéria.
Adenda às 19: 54: jogo terminado. Terminou também a nossa carreira no CAN2010?

6 Comments:

Anonymous ricardo said...

Concerteza Professor. E que nos sirva de licao para os Jogos Africanos de Maputo!

Cabe-nos a honra de ter um dos melhores marcadores do torneio. Dario Khan (dois golos na propria baliza).

Ha muito trabalho por fazer. Mas excuso-me de sugerir qualquer coisa, pois isso e "deja-vu". Se alguem tiver um arquivo do NOTICIAS em casa, sugiro que veja as edicoes de Janeiro de 1986 e 1994. Esta la tudo que e necessario saber e fazer.

Enquanto houver vida, havera esperanca...

20/1/10 8:36 da tarde  
Blogger Juvenal said...

Caros,

Parabéns à nossa selecção nacional pelo esforço empreendido neste CAN.
Se me permitem deixo minhas preliminares observações:
1. No jogo com a Nigéria o nosso principal adversário foi o arbitro.
2. O treinador nacional não ajudou. deixou dois jogadores (dário e tico-tico, apesar de emblemáticos), mais tempo do que eles estavam capazes de aguentar.

Quanto ao futuro
1. Temos que reorganizar o nosso futebol (desporto no seu todo).
2. Precisamos de retomar os CAMPEONATOS NACIONAIS desde os infantis, iniciados, juvenis, juniores. Verdadeiros campeonatos e não quadrangulares só para estatísticas.
3. Precisamos insuflar sangue novo nos treinadores nacionais. Como podem constatar, os treinadores giram em torno de Salvado, Semedo, Chissano, Miguel e nada mais. Saem de uma equipa vão para outra isto já lá vão décadas. Que novidade estratégica, táctica, técnica eles trazem ao futebol nacional? Precisamos treinadores capazes com ideias novas desde as camadas mais jovens.
4. Os dirigentes dos clubes devem ser mais agressivos, autoconfiantes na busca de parcerias. Porque não buscam parcerias sérias junto de grandes empresas (mozal, hcb, mcel, vodacom, bim, bci, sasol, etc) para garantir o pagamento de treinadores internacionais?
5. Caros, julgo também urgente a mudança do nome MAMBAS. somos o único país cujo estandarde é uma cobra, réptil, traiçoeira, assassina, etc. etc. Que seja feito um concurso para a escolha do nome de guerra da nossa briosa selecção. Com este nome nunca iremos além.

abraço.

20/1/10 8:41 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Oponho-me a retirada do nome MAMBAS a seleccao.

Pois o mesmo reflecte aquilo que ela tem jogado. Um futebol repentista, traicoeiro, ora rastejante, ora alucinante.

Esta bem atribuido. Alias, Mocambique pela constituicao franzina dos seus jogadores devera jogar sempre assim se quizer ir a algum lado.

No contra-ataque. Se o adversario for mais forte, ele atacara. Se se distrair, leva um golo dos mambas. Depois e so defender.

Se o adversario for de igual nivel. Empate a zero garantido. Sono garantido nas bancadas.

Se o adversario for mais fraco. Vitoria pela diferenca minima. Se houver empate, acusa-se o arbitro (ou os nhamussoros) de ter favorecido o adversario "...porque parece impossivel, QUANDO e que essa equipa de marretas no bateu o pe, hein, hein?...". Dixit.

P.S.

Viram como e que Mocambique sofreu o terceiro golo? Erro de base de um jogador que milita no futebol europeu. E os golos de Dario Khan, erros posicionais e falta de motivacao competitiva. E tudo porque? O problema esta no escalao de Formacao. E la onde deveriam estar os melhores treinadores. Mas qual que, sao os roupeiros quem ensina as tecnicas basicas da bola!

20/1/10 9:17 da tarde  
Anonymous Andre said...

Tristeza em todos nós, mas penso que deu para aprendermos algo mais.

21/1/10 8:36 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Mambas descarrilam!

Não me contento com pouco, merecíamos bem mais....

O Mart fez o que sabe e a selecção tambem dado o poderio da Nigéria!!!!

1. Vamos investir + na juventude;
2. Vamos criar + cultura de futebol;
3. Vamos pagar + e a tempo os nossos jogadores e teremos uma boa equipa no futuro!
4. Que venha gente nova;
5. Que invista num treinador com nível técnico nas camadas jovens;


Não se pode esperar muito dos jogadores moçambicanos (ponham isso na cabeça):


1. Os nossos jogadores não têm cálcio nos ossos;
2. Não tomam leite excepto nesses dias de estágio e nos jogos internacionais;
3. Uns ganham uns míseros VINTENS mensais nos seus clubes com famílias para sustentar, enfim!!!!

A todos aqueles que se deslocaram até a Angola para apoiar a nossa selecção as minhas felicitações!!!!


Mart, chega e obrigado!!!!

Fijamo - Quelimane

21/1/10 12:43 da tarde  
Blogger fcesar said...

Mambas!

Professor

Sou de opinião de que ainda não conhecemos o nosso verdadeiro lugar em África. Porque não basta fazer uma "boa" fase de qualificação, terminar vencendo a Tunísia para definir como objectivo passar a segunda fase ou ainda a final... Esses objectivo traçam-se em função do trabalho empreendido ao longo do tempo. Com base em projectos concretos e não em um onze que basta um jogador não se fazer presente tudo vai agua-baixo.

Acho ainda que o Seleccionador Nacional devia continuar pois, mostrou trabalho. Etem projectos, para alem de ter mudado a mentalidade dos nossos jogadores.

Por mim o simples facto de termos ido ao CAN 12 anos depois e um marco importante e e' o máximo que exigia aos mambas... Infelizmente Mart Noij foi despedido....

Temos que repensar no que precisamos...

PS: Será possível a selecção nacional brilhar, quando as nossas equipas não vão a lado algum em África???? Será que também e' culpa do seleccionador nacional?

Tenho dito,
Ate breve!

22/1/10 5:16 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home