O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts
<div style="background-color: none transparent;"><a href="http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget" title="News Widget">News Widget</a></div>

26 março 2015

Guebuza, Thai e Rebelo: sobre crítica e coesão

Textos da "Lusa" divulgados pelo "SapoNotícias":
Armando Guebuza - "Preocupa-nos a postura e comportamento de alguns camaradas que publicamente engendram acções que concorrem para perturbar o normal funcionamento dos órgãos e das instituições e para gerar divisões e confusão no nosso seio", declarou o ex-Presidente [Armando Guebuza, CS], que se mantém líder da Frelimo, perante 195 membros do Comité Central e dezenas de convidados." Aqui.
Hama Thai - "Sobre a crítica de Armando Guebuza a supostos pronunciamentos que ameaçam a coesão da Frelimo, Hama Thai [ex-chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, CS] afirmou desconhecer elementos que fundamentem essa tese, considerando que o presidente do partido está munido de informação nesse sentido." Aqui.
Jorge Rebelo - "Ele está a travar a discussão, quando lança esses recados de que há membros que estão a lançar publicamente ideias que enfraquecem o partido. Isso é que é mau, porque mete medo às pessoas e, pronto, aí estamos silenciados", afirmou à Lusa o antigo dirigente da Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique) e ex-ministro da Informação de Samora Machel." Aqui.
Observação: aqui estão três posições excelentes para um amplo debate em muitos campos. Hipótese: quanto mais sólido e maior for um partido político (controlando regularmente as malhas da extensão), mais pode tolerar na periferia (secções mais fracas e distantes do centro decisional) os elementos corajosos, críticos, hesitantes ou propensos aos compromissos com adversários.
Adenda às 06:50: em Julho do ano passado escrevi uma série com 17 números intitulada "A hipótese do duplo poder", mais tarde reproduzida aqui.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home