O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

05 março 2015

Carta para o Presidente da República, Eng.º Filipe Nyusi

Senhor Presidente
Permita-me escrever-lhe uma curta carta, na expectativa de que alguém lha faça chegar.
Parte do país está nervosa, está inquieta, está revoltada, está com medo do futuro. Basta uma pequena caminhada pelas numerosas estradas do povo para nos apercebermos disso.
O assassinato do Professor Gilles Cistac, nosso compatriota, professor universitário, é o percutor, é um acelerador do mal-estar, da inquietação que cresce no país.
Presidente Nyusi: não foi apenas o Professor Cistac que foi assassinado, foi e é também uma parte dos sonhos, da confiança e do optimismo de muitos. Sabe, pessoas sem sonhos não fazem história, sofrem-na.
Como é do seu conhecimento, saem comunicados de imprensa, saem declarações de princípios, prisioneiros uns e outras da frieza e da distância das palavras escritas num país onde a história pertence maioritariamente à rica fala de cada dia.
Tenho para mim, Presidente, que em certos momentos da história é absolutamente necessário anexar aos comunicados e às declarações de princípios um outro tipo de intervenção.
Concretamente, falo da sua intervenção pessoal, oral, Presidente Nyusi.
Fale à Nação, fale ao Povo, inspire confiança e legitimidade, dê um outro rumo à História contra a sórdida história com h pequeno que, de forma terrorista, ceifou a vida de um professor que procurava levar-nos ao respeito pelos saberes múltiplos.
Mas não só: fale à Nação, fale ao Povo contra a história com h pequeno que tudo faz para nos impedir de chegar à comunicação efectiva, real, num país diferente, menos desigual, franqueado à mestiçagem das partilhas, hostil aos caminhos de um só sentido.
Presidente Filipe Nyusi: ouse mudar a história com auxílio do seu elenco governamental, ouse ser o processo e o futuro, por favor ouse mostrar que o que parece, não é.
Com os meus mais respeitosos cumprimentos.

Carlos Serra
Centro de Estudos Africanos
Universidade Eduardo Mondlane

3 Comments:

Blogger Sir Baba Sharubu said...

Si kutoa juu inaelekea Msumbiji

[Nao desistir de sonhar Moçambique]

6/3/15 6:44 da manhã  
Blogger Foquiço said...

Para não morrer a liberdade de expressão, expresso-me: Presidente Nyusi, não busque ser bem visto, trabalhe. Busque diferença na acção (não na intenção...) e nós, teu povo, lhe esperamos desde o dia 15... confiamos em ti!

6/3/15 8:29 da manhã  
Blogger nachingweya said...

A incapacidade de um Estado proteger os seus cidadãos é uma forma de contribuição institucional aos males que afligem o povo.

8/3/15 9:10 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home