O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

05 junho 2013

Da purificação das fileiras à purificação das ideias (3)

Terceiro número da série. Escrevi no número anterior que estava em causa nesta série não a purificação da polícia exigida pelos antigos combatentes da libertação nacional sediados na Gorongosa, mas a purificação das ideias. O que significa purificar ideias? - perguntei-me. Respondi: significa torná-las potáveis, possíveis de consumo. E acrescentei: é por esse lado que tenho a intenção de vos dar conta de algumas figuras da alteridade do nosso país, figuras questionantes, figuras inquietadas e inquietadoras. O que fazem essas figuras, essas pessoas? Questionam, põem em causa ideias e situações correntes ou que se pretendem correntes. Essas figuras, essas pessoas, pertencem a vários níveis do nosso social. Quem são elas? Se não se importam, prossigo mais tarde.         
(continua)

1 Comments:

Blogger nachingweya said...

"Não se pode dar aos médicos o que eles acham digno porque o país é pobre"[AEG, ontem]
"A pobreza está na cabeça das pessoas"[AEG, antes]

PS: O juramento de Hipócrates é relativo à profissão e não à relação de trabalho entre o empregado e entidade empregadora. Mesmo desempregado (ou em greve, ou até na tropa onde mesmo sob risco de ser morto, não pode matar e ainda quando necessario, tudo fazer para salvar a vida ao soldado inimigo) o médico está sob juramento profissional. Tentar diabolizar o médico que luta pelos seus direitos porque há pessoas a adoecer é maldade de quem tem por hábito distorcer factos para aproveitamento político.
PS2:Se o país é pobre que o seja para todos. Se a soluçao passa por baixar os salários de todos que assim se decida. E que a bitola sejam os salários dos profissionais de saúde, área aliás transversal a toda a sociedade. Talvez por aí se regule o mercado.
VIVA A DIGNIDADE

5/6/13 5:20 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home