O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2016 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts
<div style="background-color: none transparent;"><a href="http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget" title="News Widget">News Widget</a></div>

10 agosto 2016

Análises faz-de-conta [4]

Número anterior aquiEscrevi, já, que uma das pessoas no país que mais objecto tem sido do tipo psicologizante de análise é o Presidente da República, Eng.º Filipe Nyusi. A esperança em certos círculos de um Nyusi demiurgo revela-se em inúmeras crenças e enunciações do género "Nyusi não tem poder", "Nyusi não controla o partido", "Nyusi não foi ainda capaz de vencer a herança dos antecessores", "Nyusi não conhece o país", "Nyusi não controla o Estado", "Nyusi é um presidente faz de conta", etc. Como observei, para os referidos círculos o Presidente devia possuir a extraordinária, faraónica capacidade de mudar não importa o quê, como e quando, só por si, independente de colectivos, regras e deveres. Esse é um desejo que evacua por completo o imperativo de as instituições estatais funcionarem sem o empurrão de seres providenciais. Aliás, o Presidente tem dito com frequência que não lhe compete imiscuir-se no seu funcionamento.
Mas não só. Na verdade, é admirável a capacidade de certas pessoas de avaliar outrem a partir de certos pressupostos, certos jornais, certas aparências, sem nenhum conhecimento real de quem é esse outrem e de quais são os seus círculos de história, trabalho, contacto e lazer.
Adenda às 05:51 de 11/08/2016: alguém me chamou a atenção para uma crítica do Lázaro Mabunda feita na sua página do Facebook, aqui.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home