O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2016 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts
<div style="background-color: none transparent;"><a href="http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget" title="News Widget">News Widget</a></div>

21 setembro 2016

A propósito do esfaqueamento na Josina Machel [3]

Segundo número aqui. Entro no segundo ponto do sumário proposto aqui, a saber: 2.Análise individualizada. Agredir um colega com uma faca no interior de um estabelecimento escolar, em zona nobre do Bairro da Polana na cidade de Maputo,  não é, de imediato, um fenómeno normal no nosso país. Houve um transtorno no agressor, um surto psicótico ou um mero exercício de bullying: eis a visão mais clássica de uma certa psicologia individualizada do senso comum, aquela que centra a sua atenção no indivíduo em si, mesmo quando parece ter em conta o social que permanentemente, multiplamente, o habita e fluidifica. A este nível, o agressor tanto pode se encarado como são ou como doente. O transtorno à retaguarda da agressão pode ser ocasional ou recorrente, visível ou encoberto, remetendo quer para o foro criminal, quer para o foro neuropatológico. Múltiplas causas podem ser invocadas para explicar o acto do agressor: consumo de substâncias psicoactivas (droga, álcool), violência parental, depressão, complexo de inferioridade, desejo de afirmação, trauma de infância, deriva autoritária, etc. Porém, mesmo que o social seja invocado, o individual será sempre o eixo fundamental de referência neste tipo de análise. Preocupa-o mais a anormalidade do acto e do autor do que o tipo de sociedade que contribuiu para o seu desencadeamento. O pano de fundo é, afinal, uma sociedade de indivíduos.

1 Comments:

Blogger Sir Baba Sharubu said...

"A propósito do esfaqueamento na Josina Machel [3]"


Ja são conhecidas as conclusões da policia sobre este caso ?

21/9/16 6:56 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home