O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

25 novembro 2015

Sobre a neutralidade dos noticiários

Os noticiários surgem regra geral como produto neutro, como a fotografia real, imediata, exacta, do que acontece no país e no mundo. Porém, se quisermos sair da sedução em que nos envolve o ar sério do (a) locutor (a), teremos que ter em conta dois fenómenos imbricados: 1) o noticiário não existe em si, é produto de uma seleção socialmente determinada, de um prisma, de um ângulo político e politizado [frequentemente tão mais politizado quanto mais neutro pretende ser] de visão; (2) no preciso momento em que é notícia, evento, comezinho ou fantástico, alegre ou triste, o noticiário cria a distância, dá-nos, domesticado, triturado, como que pronto-a-servir, o mundo em toda a sua dramaticidade e complexidade, distrai-nos, aproxima-nos afastando, transforma o social em espectáculo, em soporífero. O fait divers, tão frequente na nossa televisão, faz parecer geral o particular, corrente o singular. Sentimos sem sentir, choramos sem chorar, pensamos sem pensar.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home