O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

19 novembro 2015

Sinistralidade rodoviária e situação causal

Podemos inventariar múltiplas causas para explicar a sinistralidade rodoviária, causas singulares e causas em conglomerado, causas que aparecem frequentemente integradas em situações causais, situações que propiciam ou que ampliam a acção das causas em si.
De múltiplas maneiras, do estado técnico das viaturas à condução irresponsável, os chapas e os my love, por exemplo, que circulam nas nossas estradas, constituem um flagrante exemplo de uma situação causal permitida, de um ilícito culposo.
Quando falamos de ilícito culposo, regra geral procuramo-lo nos condutores em si, no excesso de velocidade, no consumo de álcool, na juventude irreverente, na condução sem carta de condução, nas deficiências mecânicas, na falta de atenção e conhecimento dos peões, etc. Porém, esse tipo de imputação deixa na penumbra a situação causal e o papel central do Estado a esse nível.
Então, a questão central consiste menos nos condutores em si do que em quem tem por missão controlar regras, estradas (sector regra geral marginalizado nos debates e nas críticas), condutores e estado técnico das viaturas.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home