O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

28 março 2016

Apreensão de armas da Renamo e prismas

Uma operação policial realizada na sede da Renamo e na casa do seu presidente permitiu no domingo a apreensão de várias armas entre metralhadoras e pistolas. Sobre o que e como se passou, o "Notícias" digital de hoje apresenta apenas a versão da polícia, aqui. A "Rádio Moçambique" apresenta no seu portal as versões da polícia e da Renamo, aqui. O "Canal de Moçambique" apresenta na sua página do facebook apenas a versão da Renamo, aqui e aqui. Sobre o estado das armas, o "O País" digital dá conta aqui.
Adenda às 10:35: o ponto de vista da "Voz da América" é parecido com o da "Rádio Moçambique" apresentado mais acima, leia aqui.
Adenda 2 às 10:27: a "Lusa" não tem até este momento uma versão, estando o seu bloco de notícias parado no dia 24, aqui.
Adenda 3 às 10:40: idem no que refere à Deutsche Welle, aqui.
Adenda 4 às 10:42: a "Rádio França Internacional" privilegia o ponto de vista da Renamo, aqui.
Adenda 5 às 10:48: a "Agência de Informação de Moçambique" também ainda não reportou o evento, confira aqui.
Adenda 6 às 11:11: o "Verdade" digital apresenta-se pró-Renamo por completo, aqui.
Adenda 7 às 14:11: já há um relato da "Lusa", o qual começa com a posição da Renamo, aqui.
Adenda 8 às 14:38: aqui e acolá [mesmo ao nível de certas páginas das redes sociais e em blogues do copia/cola/mexerica], uma parte dos relatos e dos comentários é dedicada a trabalhar a imagem do lobo mau [a Frelimo] que atemoriza o frágil capuchinho [a Renamo]. Em certos quadrantes não se escreve Estado, mas Frelimo. E, nesses quadrantes, a polícia surge como invasora e delinquente.
Adenda 9 às 18:51: segundo a "Agência de Informação de Moçambique" a polícia refutou a Renamo sobre uma acusação de roubo, confira aqui.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home