O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

23 setembro 2015

A encruzilhada da Frelimo e de Nyusi: entre dominação e direcção [17]

Quanto mais os gestores de um Estado investirem nos aparelhos repressivos e na repressão, mais alta será a composição orgânica da política e menor a taxa de lucro político, quer dizer, menor a legitimidade.
Décimo sétimo número da série. Sempre com hipóteses, prossigo no quarto ponto sugerido aqui, a saber: 4. Desafios políticos do heteropensamento. Um país é tão mais livre quão mais os seus cidadãos podem exprimir os seus pensamentos sem medo. Mais profundamente, colocando muito alta a fasquia do óptimo: um país é tão mais livre quão mais os seus cidadãos podem exprimir os seus pensamentos sem necessidade de recurso à violência verbal ou física. A violência verbal ou física é, sempre, produto de nós de estrangulamento permanentes, historica e universalmente naturalizados, nas relações sociais. O nosso país herdou vários tipos de violência e de medo. Essa herança, hoje reactualizada através dos meandros castrenses, perturba o heteropensamento descomplexado e severiza os aparelhos repressivos do Estado, com múltiplas consequências para o Moçambique jovem que, em vários sectores, aprende a treinar-se, a vários níveis, na democracia liberal.
Nota: como tem sido meu hábito neste diário desde 2006, a qualquer momento posso modificar partes da série.
Adenda: leia uma notícia e veja um vídeo neste portal aqui.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home