O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

09 junho 2016

Causas socialmente úteis [9]

Número anterior aqui. Pode a indução mecânica [IM] aplicar-se à conjunção estabelecida entre “fraca escolaridade” e “mau atendimento do público”? A resposta é a um tempo sim e não.
Sim, porque também aqui um só factor ("fraca escolaridade") é mobilizado para explicar o “mau atendimento do público”. Não, porque esta segunda relação é mais arbitrária, as variáveis implicadas não são tão contíguas, é-se forçado a um maior esforço indutivo. Com efeito, se na IM a “sucessão instintiva” leva a associar a dor de cabeça e a água gelada (uma “sucede” à outra, quase fisicamente, pese a indeterminação do fenómeno e o seu déficit estatístico), no caso da “fraca escolaridade” esta é uma variável positivamente estrangeira, arbitrária, introduzida pura e simplesmente “de fora” para produzir a relação com o fenómeno “mau atendimento do público”, ainda que seja, ela também, produto da intuição. Daí o que chamo indução arbitrária (IA). 

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home