O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts
<div style="background-color: none transparent;"><a href="http://www.rsspump.com/?web_widget/rss_ticker/news_widget" title="News Widget">News Widget</a></div>

30 março 2016

Duas posições: caos e saudade colonial

Os ataques da Renamo e as dificuldades de ordem vária por que passa o país, têm provocado ondas de textos e de comentários na internet, designadamente em jornais digitais, em blogues e nas redes sociais, especialmente no facebook. Destaco duas posições, explícitas ou implícitas:
1. Produção da imagem do caos social generalizado. Neste caso, a ideia que se faz passar é a de que o caos é provocado pela Frelimo a todos os níveis, sendo a Renamo apenas uma vítima do processo e da intolerância do partido no poder. A nível militar, a Renamo tem razão em defender-se. A nível político, as suas exigências são legítimas - defendem os produtores desta posição.
2. Produção da imagem dos bons tempos do colonialismo. Neste caso, a ideia que se faz passar é de que, perante o havido caos sem perímetro reinante em Moçambique, é salutar pensar nos bons tempos do colonialismo civilizador e na boa ordem para todos que nesses tempos reinava, estado de graça que  - sustentam os defensores de posição - se perdeu com a Frelimo.

2 Comments:

Blogger Sir Baba Sharubu said...

Os comentarios do Carlos Serra no "Diario de um sociologo" são deveras pertinentes.
O de hoje é mais um bom exemplo. O que muito me admira é que são muito poucos os leitores MOZ que costumam comentar neste blog. Porquê ?

Deus dá castanhas de caju a quem não tem dentes ?


30/3/16 6:43 da manhã  
Blogger A.Majacunene said...

O sentido de pertença é um dos pilares para uma Paz firme e sem dúvidas.Os mecanismos da nossa jovem democracia devem-se adaptar aos novos ventos.Os politicos têm que saber interpretar a sociedade.Não é o suficiente recolher as razões que estão por traz dos choros (lamentações) é preciso alimentar a auto-estima.Defender a Constituição da República é uma obrigação e dever de TODOS.As regras de jogo estão claras e não precisam de ser radicalmente mudadas a Não ser que elas são apenas aplicadas circunstancialmente.A PAZ depende de como o governo gere o ESTADO: um Estado adversário do cidadão ou um ESTADO defensor do cidadão.

30/3/16 7:51 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home