O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2017 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

16 dezembro 2015

Estatística

A estatística nasce nas cidades cheias de operários reivindicando melhores condições de vida. O objectivo último é o de domesticar a ordem social nascente, de controlar a mudança social, de vigiar os operários, de domar as “classes perigosas”, expressão cunhada entre os séculos XVIII e XIX. Casando-se intimamente com a sociologia e com as preocupações das burguesias nacionais europeias, a estatística cumpre o seu papel de parteira científica da ordem pública. Com efeito, especialmente no século XIX, os inquéritos aos “pobres” multiplicam-se. Tudo se pretende saber deles: o que comem, o que bebem (especialmente o que e quanto bebem), o que fazem, como se divertem, quais os seus hábitos sexuais, etc. E o momento nuclear aqui é a estatística criminal. Mais tarde, em 1925, nos Estados Unidos, lá onde a estatística se tornou quase, em certas correntes sociológicas, a sociologia por excelência, Park e Burgess, na sua "Introdução à ciência da sociologia", escreveram: “Todos os problemas sociais são problemas de controlo social”.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home